Visual merchandising
Vitrinas e interiores comerciais

Um livro de Tony Morgan

O visual merchandising é uma disciplina essencial para qualquer estabelecimento comercial. Vitrinas atraentes fazem que os transeuntes parem, observem e entrem no estabelecimento, e uma distribuição interna adequada conduz o comprador por toda a loja, incentivando-o a passar mais tempo no seu interior. O visual merchandising é, portanto, uma ferramenta básica para se conseguir uma experiência de compra eficiente.

Este livro, já tido como um manual de referência sobre o visual merchandising, apresenta os princípios e conhecimentos práticos fundamentais sobre o assunto. Seus conteúdos, atualizados nesta 2a edição com numerosos exemplos recentes, cobrem todos os seus aspectos: vitrinas, design de loja, distribuição de produtos, decoração interior, manequins etc. Cada aspecto orienta estabelecimentos de todos os tamanhos, sejam eles lojas de departamentos, cadeias de lojas ou mesmo lojas pequenas.

O livro está ilustrado com desenhos e fotografias de exemplos e oferece uma série de conselhos e dicas práticas sendo, assim, um material essencial tanto para estudantes como para profissionais de design de interiores.

Descrição técnica do livro:

21 x 28cm
224 páginas
Português
ISBN/EAN: 9788584520824
Brochura
2017 (2ª edição, 2ª tiragem)
2ª edição, revisada e ampliada


Descrição
Descrição

Detalhes

O visual merchandising é uma disciplina essencial para qualquer estabelecimento comercial. Vitrinas atraentes fazem que os transeuntes parem, observem e entrem no estabelecimento, e uma distribuição interna adequada conduz o comprador por toda a loja, incentivando-o a passar mais tempo no seu interior. O visual merchandising é, portanto, uma ferramenta básica para se conseguir uma experiência de compra eficiente.

Este livro, já tido como um manual de referência sobre o visual merchandising, apresenta os princípios e conhecimentos práticos fundamentais sobre o assunto. Seus conteúdos, atualizados nesta 2a edição com numerosos exemplos recentes, cobrem todos os seus aspectos: vitrinas, design de loja, distribuição de produtos, decoração interior, manequins etc. Cada aspecto orienta estabelecimentos de todos os tamanhos, sejam eles lojas de departamentos, cadeias de lojas ou mesmo lojas pequenas.

O livro está ilustrado com desenhos e fotografias de exemplos e oferece uma série de conselhos e dicas práticas sendo, assim, um material essencial tanto para estudantes como para profissionais de design de interiores.

Tony Morgan é consultor de varejo e diretor do curso de Visual Merchandising da Fashion Retail Academy de Londres. Durante seus 18 anos de profissão, trabalhou como diretor de Criação e de Visual Merchandising para a Selfridges, quando teve a oportunidade de viajar, conhecendo diferentes conceitos de visual merchandising. Este livro já um clássico no mundo todo, tendo sido traduzido para vários idiomas.

Índice
Índice

Sumário

Prefácio
A história do visual merchandising

A função do visual merchandiser
As atividades diárias do visual merchandiser
Formação
O visual merchandising nas lojas de departamentos
O visual merchandising nas cadeias de lojas
O visual merchandising nos pequenos estabelecimentos
Mensurar o sucesso

Design de lojas
O que é o design de uma loja?
Por que o design de uma loja é importante?
Quem projeta a loja?
Como funciona o projeto de uma loja?
Estudo de caso: Kurt Geiger

Vitrinas
Características
Concepção
Temas e esquemas
Orçamento
Adereços
Projeto
Estudo de caso: Au Printemps
Cor
Preparação
Montagem
Estudo de caso: Louis Vuitton
Iluminação
Comunicação visual
Calendário de vitrinas
Controle de qualidade, manutenção e orçamento
Estudo de caso: Fortnum & Mason

Interiores comerciais
Correlação de produtos
Layout
Estudo de caso: Matthew Williamson
Expositores e complementos
Expositores de parede
Disposição dos produtos
Estudo de caso: Flight 001
Apresentações internas e estandes de temporada
Ponto de venda e vendas complementares
Liquidações
Sinalização e etiquetagem
Iluminação
Ambientação
Controle de qualidade, manutenção e orçamento
Visual merchandising virtual
Estudo de caso: Topshop

Manequins
Modelagem
Aquisição
Produção
Fixação
Agrupamento
Manutenção

O ateliê do visual merchandiser
A caixa de ferramentas do visual merchandiser
Saúde e segurança
Quadro de iluminação

Glossário
Leitura recomendada
Índice onomástico e remissivo
Créditos das imagens e agradecimentos

Leia um trecho
Leia um trecho

Texto da introdução

Prefácio

Quando uma pessoa para diante de uma loja para admirar sua vitrina ou é atraída por um determinado produto em oferta em uma loja de departamentos ou mesmo quando procura informações no mapa de um grande estabelecimento, certamente o visual merchandising conseguiu atrair sua atenção. Se, ao passear por uma rua comercial ou depois de entrar em uma determinada loja, uma pessoa adquire um produto que não havia planejado, o visual merchandising conseguiu seu objetivo.

Durante anos, os profissionais criativos que tornavam as lojas atraentes para os comerciantes e seus clientes foram conhecidos como vitrinistas. As equipes de vitrinistas desempenhavam uma função única e bastante cobiçada em uma loja. Em alguns casos, contando com orçamentos generosos –e, certamente, com muito talento–, esses profissionais fechavam-se misteriosamente em seus ateliês ou se escondiam atrás das cortinas das vitrinas para produzir obras de arte impactantes e atraentes para os clientes admirarem.

Ao longo da década de 1980, a recessão global e a ameaça do comércio eletrônico levaram os lojistas a analisar os departamentos pouco rentáveis. Como resultado, os vitrinistas passaram a ser requisitados para encontrar soluções criativas para destacar as prateleiras e araras de artigos com descontos, nascendo, assim, o visual merchandiser.

Embora inicialmente fossem levados pouco a sério por causa de sua função ainda incomum, os visual merchandisers passaram a projetar novas seções com o uso de técnicas e recursos como linhas de visão, pontos focais e hot shops. Com essa nova terminologia comercial, os interiores das lojas passaram a ter tanta importância quanto as vitrinas. Atualmente, os visual merchandisers são profissionais altamente respeitados e muito procurados no mercado, pois não oferecem apenas um serviço, mas também proporcionam uma fonte de inspiração dentro de uma perspectiva comercial. O objetivo deste livro é esclarecer e instruir estudantes, lojistas e demais profissionais do setor varejista sobre o funcionamento do universo do visual merchandiser, apresentando tanto a arte do vitrinismo como o visual merchandising aplicado ao interior dos estabelecimentos comerciais. Além disso, o livro apresenta as técnicas e ferramentas que ajudarão os profissionais do setor a alcançar o sucesso.

Através do estudo de casos e da apresentação de diagramas especialmente desenvolvidos e de imagens das melhores vitrinas e interiores de lojas do mundo, este livro demonstra como o visual merchandising poderá aprimorar a imagem de marca de uma loja e incentivar os clientes a comprar.

Copyright dos textos: os autores
Copyright da presente ediçao: Editorial Gustavo Gili SL

Resenhas de Cliente

Dê-nos sua opinião

Escrever sua própria revisão

Você está revisando: Visual merchandising

Como você avalia este produto? *

Andrea Reis
Ótimo produto.
Ótimo livro com abordagem de projetos comerciais, estudos de caso e muito sobre vitrinas.