BRASIL · Parcele suas compras em até 3 x sem juros com o Paypal, parcelas mínimas de R$ 50,00

Pensar com imagens

Um livro de Enric Jardí

Fora de estoque

Avisar quando estiver disponível:
E-mail:
R$69,00

Quando “lemos” imagens, nossa mente coloca em ação um processo completamente diferente daquele da leitura de um texto. Para extrair significado de uma mensagem escrita, o cérebro realiza um exame sequencial, avança linearmente, constrói o sentido do texto a partir da soma progressiva dos elementos que o integram: letras, palavras, frases e parágrafos. Para entender uma imagem, no entanto, o cérebro trabalha de forma muito diferente. Por meio de uma aproximação simultânea, sintética e global, todas as partes do conjunto são percebidas e processadas de uma vez, e o sentido da mensagem gráfica se revela em um só golpe.

Portanto, entender como devemos articular uma imagem para que o receptor, em sua visão de conjunto, interprete aquilo que queremos expressar, é fundamental para qualquer criador de imagens. Neste livro, Enric Jardí explica como funciona o processo de compreensão de imagens e compartilha com o leitor algumas das estratégias compositivas e estilísticas que podem ser empregadas pelos designers gráficos. Ele fala sobre recursos técnicos, tais como o uso da cor, da estrutura, da forma, dos signos, mas também sobre o emprego de elementos da retórica visual, tais como a metáfora, a ironia, ou o eufemismo, e sobre a importância do estilo para a comunicação visual.

Por meio da análise de sessenta imagens, que mostram o alto grau de engenhosidade que emerge do conjunto de seu trabalho, o autor nos oferece não apenas parte de seus conhecimentos, mas também o prazer de apreciar alguns exemplos magistrais de comunicação visual.

Descrição técnica do livro:

14 x 21.5 cm
125 páginas
Português
ISBN/EAN: 9788565985246
Brochura
2012
Descrição
Descrição

Detalhes

Quando “lemos” imagens, nossa mente coloca em ação um processo completamente diferente daquele da leitura de um texto. Para extrair significado de uma mensagem escrita, o cérebro realiza um exame sequencial, avança linearmente, constrói o sentido do texto a partir da soma progressiva dos elementos que o integram: letras, palavras, frases e parágrafos. Para entender uma imagem, no entanto, o cérebro trabalha de forma muito diferente. Por meio de uma aproximação simultânea, sintética e global, todas as partes do conjunto são percebidas e processadas de uma vez, e o sentido da mensagem gráfica se revela em um só golpe.

Portanto, entender como devemos articular uma imagem para que o receptor, em sua visão de conjunto, interprete aquilo que queremos expressar, é fundamental para qualquer criador de imagens. Neste livro, Enric Jardí explica como funciona o processo de compreensão de imagens e compartilha com o leitor algumas das estratégias compositivas e estilísticas que podem ser empregadas pelos designers gráficos. Ele fala sobre recursos técnicos, tais como o uso da cor, da estrutura, da forma, dos signos, mas também sobre o emprego de elementos da retórica visual, tais como a metáfora, a ironia, ou o eufemismo, e sobre a importância do estilo para a comunicação visual.

Por meio da análise de sessenta imagens, que mostram o alto grau de engenhosidade que emerge do conjunto de seu trabalho, o autor nos oferece não apenas parte de seus conhecimentos, mas também o prazer de apreciar alguns exemplos magistrais de comunicação visual.


Enric Jardí nasceu em Barcelona em 1964.Estudou design gráfico na Elisava (Escola Superior de Design e Engenharia de Barcelona), onde leciona desde 1988. Em 1983, começou a trabalhar em diversos estúdios e, em 1992, fundou o estúdio Propaganda, no qual permaneceu até 1998, ano em que passou a trabalhar de forma autônoma. Em 1991, fundou, com outros designers, o grupo tipográfico Type-Ø-Tones, que desenvolve fontes tipográficas distribuídas pela Font Shop (Berlim). Além da tipografia, seu trabalho se concentra principalmente no design de revistas, capas de livros e identidade corporativa.
Atualmente, coordena o mestrado em Tipografia Avançada do Centro Universitário de Design e Arte de Barcelona (Eina), ligado à Universitat Autònoma de Barcelona, e é professor do mestrado em Direção de Arte em Publicidade da Universitat Ramon Llull. Também colaborou, como professor convidado, com diversas universidades europeias. Em colaboração com Marcus Villaça, desenvolveu diversos projetos editoriais, tais como o redesign dos jornais Chicago Reader e Boston Phoenix. De setembro de 2005 até abril de 2009, foi presidente da Associação de Diretores de Arte e Designers Gráficos da Espanha (ADG-FAD). É autor do livro Veintidós consejos sobre tipografia (que algunos diseñadores jamas revelarán) y veintidós cosas que nunca debes hacer con las letras (que algunos tipógrafos nunca te dirán), publicado pela editora Actar. Em outubro de 2009, recebeu o Prêmio Nacional de Cultura na categoria design, outorgado pela Generalitat de Catalunya.

Leia um trecho
Leia um trecho

Trecho do capítulo

Você imaginou algo assim?

Esta ilustração é constituída por uma fotografia e um sinal gráfico repetido três vezes. A fotografia foi composta de modo a podermos reconhecer nela uma família, quer dizer, a imagem mostra os atributos (corpos, braços etc.) de três pessoas de idades bem definidas, cuja posição nos convida a identificá-las culturalmente como uma família. As cabeças, a parte mais identificadora das pessoas, foram substituídas por um sinal. Tratase de um ícone empregado pela interface do sistema operacional Windows para indicar que falta uma imagem, que deveria aparecer nesse lugar, mas que o sistema não pode encontrar por algum problema desconhecido.

Essa explicação, provavelmente desnecessária a não ser que você não saiba o que é o mal de Alzheimer ou não esteja familiarizado com o uso de computadores, descreve, em linhas gerais, o processo de compreensão desencadeado pela primeira visualização desta imagem.
A intenção deste livro não é descrever aquilo que se vê, mas sim como funciona o que se vê. Por isso, ao final de cada página, você será convidado a pensar sobre como representariacom imagens uma certa ideia, em seguida mostraremos uma possível solução.

Agora, antes de passar para a próxima página, imagine como você ilustraria um artigo que analisa as diferentes formas de marxismo que sobrevivem atualmente.

Copyright dos textos: os autores
Copyright da presente ediçao: Editorial Gustavo Gili SL

O que a imprensa disse
O que a imprensa disse

Pensar com imagens

(Redação, cemporcentodesign.blog.br, 09 2014)

Ler mais

«Quando “lemos” imagens, nossa mente coloca em ação um processo completamente diferente daquele da leitura de um texto» ( Redação, cemporcentodesign.blog.br, 09 2014)

Pnesar com imagens

(Redação, designculture.com.br, 09 2014)

Ler mais

«. Neste livro, Enric Jardí explica como funciona o processo de compreensão de imagens e compartilha com o leitor algumas das estratégias compositivas e estilísticas que podem ser empregadas pelos designers gráficos. Ele fala sobre recursos técnicos, tais como o uso da cor, da estrutura, da forma, dos signos, mas também sobre o emprego de elementos da retórica visual, tais como a metáfora, a ironia, ou o eufemismo, e sobre a importância do estilo para a comunicação visual» (Redação,designculture.com.br, 09 2014)

Pensar com imagens

(Victor Brito, bonstutoriais.com.br, 10 2014)

Ler mais

«Hoje estou passando aqui para recomendar um livro fantástico que acabei de ler (...) um livro de leitura agradável e muito fácil para entender, a proposta principal deste livro e também um fator que achei muito bom nele é a respeito de pensar com imagens! » (Victor Brito, bonstutoriais.com.br, 10 2014)

Pensar com imagens

(Rafa, chocoladesign.com, 09 2014)

Ler mais

«Saber trabalhar com imagens é uma parte fundamental de nossa atividade como comunicadores e não estou me referindo a dimensão, modo de cores ou outros aspectos técnicos das imagens mas sim a transmitir uma mensagem de forma criativa através delas. No review que eu trouxe hoje vou te apresentar um título que vai te ajudar a usar as imagens de maneira mais impactante» (Rafa, chocoladesign.com, 09 2014)

Pensar com imagens

(Liute Cristian, CDSGN, 10/14)

Ler mais

«O trabalho com imagens faz parte do nosso dia-a-dia como profissionais criativos e de comunicação. Muitas vezes precisamos expressar uma ideia ou transmitir um conceito utilizando como objeto principal uma imagem, seja ela uma simples fotografia ou uma fusão manipulada no Photoshop.» (Liute Cristian, CDSGN, 10/14)

Pensar com imagens

(Dalmir, Designers Brasileiros, 08/15)

Ler mais

«Ele fala sobre recursos técnicos, tais como o uso da cor, da estrutura, da forma, dos signos, mas também sobre o emprego de elementos da retórica visual, tais como a metáfora, a ironia, ou o eufemismo, e sobre a importância do estilo para a comunicação visual.» (Dalmir, Designers Brasileiros, 08/15)

Leia no GGBlog
Leia no GGBlog

Resenhas de Cliente

Dê-nos sua opinião

Escrever sua própria revisão

Você está revisando: Pensar com imagens

Como você avalia este produto? *