BRASIL · Parcele suas compras em até 3 x sem juros com o Paypal, parcelas mínimas de R$ 50,00

Oscar Niemeyer. Casas

Um livro de Alan Hess

Fora de estoque

Avisar quando estiver disponível:
E-mail:
R$195,00

Oscar Niemeyer. Casas é o primeiro livro dedicado unicamente aos projetos, construídos ou não, das casas de Niemeyer. Suas casas dividem-se em três fases, por meio das quais percebemos suas primeiras influencias da arquitetura de Le Corbusier e Lúcio Costa, suas referências coloniais brasileiras e a evolução de seu estilo arquitetônico único, em que o arquiteto assumiu uma crescente liberdade formal fazendo uso da plasticidade do concreto armado. Pouco interessado na produção de sua arquitetura em larga escala, Niemeyer preocupa-se mais com a perfeita implantação de suas casas na topografia do lugar e com sua integração com a paisagem. O resultado é um conjunto de casas únicas que, complementadas pelo trabalho de Athos Bulcão e do paisagista Burle Marx, são, até hoje verdadeiras obras de arte.

Além da emblemática Casa das Canoas, este livro apresenta uma seleção de casas construídas de 1940 a 2005, que inclui exemplares pouco divulgados, como a Strick House, nos Estados Unidos, e a própria residencia do arquiteto em Brasília. Com mais de trezentas fotografias e croquis do próprio arquiteto, Oscar Niemeyer. Casas destina-se a estudantes e a todos os profissionais interessados em compreender a obra de um dos mais importantes arquitetos de todos os tempos.

Descrição técnica do livro:

28 x 28 cm
232 páginas
Português
ISBN/EAN: 9788425224812
Capa dura com sobrecapa
2012
Descrição
Descrição

Detalhes

Oscar Niemeyer. Casas é o primeiro livro dedicado unicamente aos projetos, construídos ou não, das casas de Niemeyer. Suas casas dividem-se em três fases, por meio das quais percebemos suas primeiras influencias da arquitetura de Le Corbusier e Lúcio Costa, suas referências coloniais brasileiras e a evolução de seu estilo arquitetônico único, em que o arquiteto assumiu uma crescente liberdade formal fazendo uso da plasticidade do concreto armado. Pouco interessado na produção de sua arquitetura em larga escala, Niemeyer preocupa-se mais com a perfeita implantação de suas casas na topografia do lugar e com sua integração com a paisagem. O resultado é um conjunto de casas únicas que, complementadas pelo trabalho de Athos Bulcão e do paisagista Burle Marx, são, até hoje verdadeiras obras de arte.

Além da emblemática Casa das Canoas, este livro apresenta uma seleção de casas construídas de 1940 a 2005, que inclui exemplares pouco divulgados, como a Strick House, nos Estados Unidos, e a própria residencia do arquiteto em Brasília. Com mais de trezentas fotografias e croquis do próprio arquiteto, Oscar Niemeyer. Casas destina-se a estudantes e a todos os profissionais interessados em compreender a obra de um dos mais importantes arquitetos de todos os tempos.

Alan Hess é arquiteto e mestre em arquitetura pela University of California em Los Angeles (UCLA), onde também lecionou. É autor de diversos livros de arquitetura, entre os quais The Architecture of John Lautner (1999), The Houses of Frank Lloyd Wright (2005), Organic Architecture: The Other Modernism (2006) e Forgotten Modern: California Houses 1940-1970 (2008).

Índice
Índice
Sumário
 
Dedicatória e agradecimentos
Introdução
 
AS CASAS DE OSCAR NIEMEYER
Capítulo um: Casas 1936-1953
Capítulo dois: Casas 1953-1961
Capítulo três: Casas 1961-2005
 
CASAS SELECIONADAS 1940-2005
Casa Cavalcanti 1940
Casa Oscar Niemeyer na Lagoa 1942
Casa Francisco Inácio Peixoto 1942
Casa Prudente de Moraes Neto 1943-1949
Casa Juscelino Kubitschek 1943
Casa Leonel Miranda 1952-1955
Casa Francisco Pignatari 1953
Casa Oscar Niemeyer na estrada das Canoas 1953
Casa Alberto Dalva Simão 1954
Casa Edmundo Cavanelas 1954
Catetinho 1956
Casa Oscar Niemeyer em Brasília 1960
Casa Anne e Joseph Strick 1964
Casa Nara Mondadori 1968-1972
Casa Carmen Baldo 1969
Casa Flávio Marcílio 1973
Casa Carlos Miranda 1983
Casa Darcy Ribeiro 1983
Casa Sebastião Camargo 1985
Casa Marco Antônio Amaral Rezende 1985
Casa Orestes Quércia 1990
Casa Ana Elisa Niemeyer 2005
 
Conclusão
Notas e bibliografia
Índice
Leia um trecho
Leia um trecho

Trecho da Introdução

Oscar Niemeyer não facilita o estudo de suas casas. Para um arquiteto que deixou uma marca importante na arquitetura do século xx com seus projetos de cidades e edifícios públicos, as suas residências unifamiliares parecem perder relevância. Oscar Niemeyer não escreve sobre elas, e inclusive chega a tirar a importância de seus projetos residenciais, permitindo somente que poucas casas sejam publicadas nos inúmeros livros que ilustram a sua obra e divulgam seus escritos, deixando muitas delas fora da lista oficial de sua carreira. A favorita, segundo ele, é uma casa de veraneio construída para ele mesmo nos arredores do Rio de Janeiro — uma modesta revitalização de um galinheiro. Entretanto é importante lembrar que a casa projetada na estrada das Canoas teve um papel importantíssimo para sua projeção internacional. Os editores de arquitetura acham irresistível a imagem da cobertura ameboide e sensual. Ela impulsionou uma alternativa persuasiva e indiscutível à abstração mecânica do modernismo europeu.

Apesar da certa negligência de Niemeyer e da maioria de críticos em relação à sua obra residencial, esta merece a nossa atenção. Projetadas ao longo de sua longa vida e carreira, as casas acompanham e, às vezes, antecipam conceitos revolucionários de seus projetos maiores e, portanto, enriquecem o nosso conhecimento sobre sua carreira. São projetos extraordinários, variados e agradáveis que recompensam o visitante e expectador.

Há uma segunda razão para analisar esses projetos ignorados: eles são comparáveis aos projetos residenciais de outros grandes arquitetos modernistas no período fértil de meados do século. Entretanto, há ainda muito a aprender sobre o modernismo do século xx. Oscar Niemeyer é o único arquiteto que contribuiu com a conformação daquele momento e continua vivo —e para a nossa surpresa, trabalhando— adentrando no século xxi.

Niemeyer liderou uma das frentes desse movimento impulsionando suas formas mais além do racionalismo até um universo mais amplo de imaginação e expressão cultural. Embora tenha projetado em lugares que vão da Noruega ao Oriente Médio e da América do Sul à Califórnia, Niemeyer é, antes de tudo, um brasileiro e morador da agradável e litorânea cidade do Rio de Janeiro. É um grande conhecedor do modernismo e aprendeu dos passos de Charles Édouard Jeanneret, Le Corbusier (1887-1965). No entanto, é através do lado brasileiro de sua natureza e vida que ele foi levado a transformar a arquitetura. [...]

Copyright dos textos: os autores
Copyright da presente ediçao: Editorial Gustavo Gili SL

O que a imprensa disse
O que a imprensa disse

Oscar Niemeyer. Casas

(Redação, Vitruvius, 01/2014)

Ler mais

«Oscar Niemeyer. Casas é o primeiro livro dedicado unicamente aos projetos, construídos ou não, das casas de Niemeyer.» (Redação, Vitruvius, 01/2014)

Oscar Niemeyer. Casas

(Redação, Arq!Bacana, 12/12)

Ler mais

«O volume, dividido em três fases, ilustra projetos com influências da arquitetura de Le Corbusier e Lúcio Costa, suas referências coloniais brasileiras, e a preocupação de Niemeyer com a perfeita implantação de suas casas na topografia do lugar, integrado à paisagem, completadas pelo trabalho de Athos Bulcão e do paisagista Roberto Burle Marx.» (Redação, Arq!Bacana, 12/12)

Oscar Niemeyer. Casas

(Victor Delaqua, Arch Daily, 09/15)

Ler mais

»Suas casas dividem-se em três fases com suas primeiras influencias da arquitetura de Le Corbusier e Lúcio Costa, suas referências coloniais brasileiras e a evolução de seu estilo arquitetônico único, em que o arquiteto assumiu uma crescente liberdade formal para fazer o uso da plasticidade do concreto armado.« (Victor Delaqua, Arch Daily, 09/15)

Resenhas de Cliente

Dê-nos sua opinião

Escrever sua própria revisão

Você está revisando: Oscar Niemeyer. Casas

Como você avalia este produto? *