Guia essencial para o estudante de fotografia profissional

Um livro de Grant Scott

Capturar e compartilhar imagens fotográficas são práticas bastante comuns atualmente, que estão ao alcance de todos. No entanto, neste universo digital do século xxi, no qual milhões de pessoas se comunicam todos os dias por meio de fotografias, nem sempre é fácil saber quais conhecimentos um fotógrafo deve reunir para conseguir se distinguir dos demais como profissional.

O livro que você tem em mãos é um material imprescindível para qualquer estudante de fotografia, pois, além de oferecer uma visão completa do mundo da fotografia profissional, apresenta todos aqueles aspectos que não costumam ser abordados em manuais técnicos, mas que ajudam a entender o funcionamento dessa profissão tão criativa, competitiva e emocionante. Este guia explica desde como desenvolver uma voz fotográfica pessoal ou se especializar em uma determinada área até o papel dos agentes e dos bancos de imagens e aspectos práticos como responder pedidos, emitir notas fiscais ou tratar de questões relacionadas a direitos autorais... Guia essencial para o estudante de fotografia profissional reúne, ainda, diversos comentários e conselhos úteis para quem pretende se profissionalizar no mundo da fotografia. Além disso, apresenta relatos de histórias reais vivenciadas por fotógrafos profissionais de renome, proporcionando uma imagem viva e dinâmica desse ofício.

Descrição técnica do livro:

15.5 x 23.5 cm
192 páginas
Português
ISBN/EAN: 9788584520848
Brochura
2016


Descrição
Descrição

Detalhes

Capturar e compartilhar imagens fotográficas são práticas bastante comuns atualmente, que estão ao alcance de todos. No entanto, neste universo digital do século xxi, no qual milhões de pessoas se comunicam todos os dias por meio de fotografias, nem sempre é fácil saber quais conhecimentos um fotógrafo deve reunir para conseguir se distinguir dos demais como profissional.

O livro que você tem em mãos é um material imprescindível para qualquer estudante de fotografia, pois, além de oferecer uma visão completa do mundo da fotografia profissional, apresenta todos aqueles aspectos que não costumam ser abordados em manuais técnicos, mas que ajudam a entender o funcionamento dessa profissão tão criativa, competitiva e emocionante. Este guia explica desde como desenvolver uma voz fotográfica pessoal ou se especializar em uma determinada área até o papel dos agentes e dos bancos de imagens e aspectos práticos como responder pedidos, emitir notas fiscais ou tratar de questões relacionadas a direitos autorais... Guia essencial para o estudante de fotografia profissional reúne, ainda, diversos comentários e conselhos úteis para quem pretende se profissionalizar no mundo da fotografia. Além disso, apresenta relatos de histórias reais vivenciadas por fotógrafos profissionais de renome, proporcionando uma imagem viva e dinâmica desse ofício.

Grant Scott é fotógrafo profissional. Depois de atuar durante quinze anos como diretor de fotografia de livros e revistas como Elle e Tatler, no ano 2000 ele decidiu abrir seu próprio estúdio como fotógrafo free-lancer, trabalho que executa até os dias de hoje, paralelamente às aulas que ministra no curso de graduação em Fotografia Editorial e Publicitária da Universidade de Gloucestershire, na Ingla¬terra. Algumas de suas fotografias fazem parte da coleção permanente do MoMa, em Nova York, e também da Tate Gallery, do Victoria & Albert Museum e da British Library, em Londres.

Índice
Índice

Sumário

CAPÍTULO 1
O QUE É FOTOGRAFIA PROFISSIONAL?
Como criar uma linguagem visual
A fotografia profissional é um negócio
Solucionar problemas visuais

CAPÍTULO 2
O QUE FAZ UM FOTÓGRAFO PROFISSIONAL?
O que é um cliente e o que ele espera?
Como os fotógrafos profissionais conseguem trabalho?
A encomenda
O que é esperado de um fotógrafo profissional?
Crie seu próprio briefing publicitário
Crie seu próprio briefing editorial
Como levar projetos pessoais adiante
A importância do trabalho em equipe
Habilidades que devem ser aprendidas para um bom trabalho em equipe
Que pessoas devo ter na minha equipe?
Posso ser seu agente?

CAPÍTULO 3
COMO ENCONTRAR SUA VOZ FOTOGRÁFICA?
O que é a voz fotográfica?
O que influencia sua voz fotográfica?
Analisar o trabalho de outros fotógrafos
Crie uma narrativa visual
A narrativa visual
Como desenvolver um projeto
Projetos fotográficos icônicos
O que quer dizer editar
Muito cuidado com os efeitos e as técnicas de pós-produção

CAPÍTULO 4
ENTENDER A FOTOGRAFIA COMO NEGÓCIO
O que significa especialização fotográfica?
Como descobrir sua área de especialização fotográfica
Crie um álbum de imagens em sua área de especialização
Como devo apresentar meu trabalho profissionalmente?
Monte um projeto para seu portfólio impresso
Sites de fotografia profissional
Blog de fotografia
Como criar uma personalidade on-line
Dicas sobre o Twitter
A fotografia é um negócio
Quanto devo cobrar?
Por que você não deve abrir mão dos seus direitos autorais
Como/O que você deve negociar
Como evitar que pessoas roubem minhas imagens?
Como entender um contrato
Proteja-se
Como devo entregar meu trabalho ao cliente?
Como meu pagamento será feito? Como emitir uma fatura?

CAPÍTULO 5
TRABALHAR SOZINHO – EM QUE ÁREA VOCÊ SE ENCAIXA?
O que é preciso para ser um fotógrafo de moda?
Como fazer uma fotografia de moda
O que é preciso para ser um fotógrafo de retratos?
O que é um retrato de estilo?
O que é preciso para ser um fotógrafo de música ou de esportes?
O que é preciso para ser um fotógrafo de alimentos ou de still?
O que é preciso para ser um fotógrafo de lifestyle, de interiores, de arquitetura ou de viagens?
Você não mencionou o que eu quero fazer!
Fotografia como arte contemporânea
Assistente: ser ou não ser?
Os bons, os ruins e os do cafezinho

CAPÍTULO 6
A IMPORTÂNCIA DA IMAGEM EM MOVIMENTO
A comunidade YouTube
O pioneirismo dos esportes radicais
Como ser convidado para trabalhar com imagens em movimento
Faça seu primeiro curta
Escolha um assunto para seu filme
Dicas para ajudá-lo a criar boas imagens em movimento
O que posso fazer com meu filme agora que ele está pronto?

CAPÍTULO 7
O FOTÓGRAFO PROFISSIONAL DO SÉCULO XXI
Eu gosto disso, por que você não gosta?
Entenda o contexto
Fotografe mais!
Preciso me mudar para uma cidade grande se eu quiser ser um fotógrafo profissional?
Crie uma narrativa e seja consistente
Câmeras caras não fazem fotografias excepcionais
Não basta apenas fazer fotos!
Quais são suas expectativas?
Já pro telefone!
Como enviar um e-mail
É possível obter trabalho se eu fizer fotografia analógica?
Eu adoro fotografia, mas não quero ser fotógrafo!
Pronto! Terminei de ler o livro. O que devo fazer agora?

PEQUENO GLOSSÁRIO DE TERMOS
TÉCNICOS DA FOTOGRAFIA
FONTES
Sites para obter inspiração
Sites de colaboradores
AGRADECIMENTOS
ÍNDICE

Leia um trecho
Leia um trecho

Trecho do capítulo

CAPÍTULO 1
O QUE É FOTOGRAFIA PROFISSIONAL?

Quando a palavra "profissional" é usada, para se referir à criação de fotografias, costuma ser entendida como uma descrição da qualidade técnica de determinada imagem. Os próprios fabricantes de câmeras dizem que seus modelos mais caros são produzidos para profissionais, enquanto os demais modelos são capazes de fazer imagens com qualidade profissional. Nesse sentido, os fabricantes partem do princípio de que todos queremos criar imagens profissionais. No entanto, antes de começarmos a discutir o papel de um fotógrafo profissional, devemos, em primeiro lugar, nos dedicar a entender o que define a fotografia profissional. Afinal, que imagens podem ser consideradas profissionais? Elas são realmente profissionais?

Para fazermos essa análise, vamos nos concentrar sobre os elementos geralmente abordados quando o assunto são imagens profissionais. Os requisitos básicos são os seguintes:
A imagem está focada?
A luz incidente sobre o tema está correta, sem estar muito clara nem muito escura?
A composição da fotografia foi bem cuidada?
O tema está no centro do quadro?
O plano de fundo foi levado em consideração?
O plano de fundo foi suavizado pelo uso da profundidade de campo?

Ou, em outras palavras, o fotógrafo se mostrou capaz de controlar uma série de elementos técnicos e fazer julgamentos estéticos no momento de criar uma imagem que as pessoas considerem “aceitável”? Os fabricantes de câmeras produzem equipamentos que facilitam ao máximo o controle de todos esses aspectos, com opções automáticas, de forma que o fotógrafo possa se dedicar apenas à composição da imagem. Resumindo, as câmeras oferecem todos os recursos necessários para que você possa criar uma imagem “perfeita”. Mas será que o resultado será uma fotografia profissional? Bom, não. A fotografia profissional não está baseada apenas na criação de “imagens perfeitas” nem no domínio de técnicas e processos específicos. Embora este livro não seja um guia de como tirar melhores fotos, é importante entender as regras básicas da fotografia de forma a garantir que você esteja no controle do seu processo de criação de imagens. Nesse sentido, para começar a trabalhar de maneira profissional, o primeiro passo é abrir mão das funções automáticas de sua câmera (com a exceção, talvez, do foco automático, ainda que de vez em quando não se possa confiar plenamente nessa função) e passar a se concentrar na composição da imagem que você quer criar e no tema a ser retratado por essa imagem. É assim que você dará início a seu processo de criação: fazendo imagens que sejam importantes para você e que o ajudem a desenvolver uma linguagem visual própria. É por esse caminho que você estará cada vez mais próximo da criação de fotografias profissionais.

COMO CRIAR UMA LINGUAGEM VISUAL
Somente no ano de 2014 foram vendidos 2,25 bilhões de equipamentos capazes de fazer fotos em todo o mundo, sendo que os smartphones correspondem a mais da metade desse número. Um ano antes, foram vendidos 89 milhões de câmeras digitais, o que equivale a apenas 4% das vendas globais de dispositivos capazes de fazer fotos. Com tanta gente fazendo fotos com equipamentos “não profissionais”, os fotógrafos profissionais precisam dar a seus clientes uma boa razão pela qual contratar (e pagar por) seus serviços. Essa razão, porém, não pode se basear apenas no domínio de habilidades técnicas, já que tais habilidades podem ser facilmente aprendidas. A justificativa deve estar baseada na capacidade que o fotógrafo tem de registrar sua maneira de ver o mundo e em sua habilidade de convencer possíveis clientes a ter uma reação positiva diante dessa visão. A fotografia profissional é um ramo que interage com uma infinidade de outros campos – e o funcionamento dessa interação é o que pretendo explicar a vocês.

Desde que foi criada, a fotografia é um negócio. Como profissão, entretanto, esse campo estava a princípio limitado às pessoas mais abastadas e àquelas que sabiam lidar com os processos químicos que se faziam necessários. Como material educativo, o uso da fotografia remonta aos primórdios do meio, entre meados e o fim do século XIX, quando a fotografia de viagem trouxe imagens do mundo àqueles que não tinham recursos suficientes para viajar. Mais adiante, a fotografia passou a ser usada para documentar guerras e batalhas, ocupando as páginas dos jornais que ansiavam por incluir esse novo meio de registro em suas reportagens e satisfazendo os leitores que queriam ver imagens feitas nos campos de batalha da Guerra de Secessão, da Guerra da Crimeia e das Guerras dos Bôeres. Em toda rua movimentada era possível encontrar um fotógrafo retratista, que ficava feliz em retratar famílias, crianças e aqueles que queriam ser fotografados para um carte-de-visites (um tipo de cartão de visitas), então na moda. [...]

Copyright dos textos: os autores
Copyright da presente ediçao: Editorial Gustavo Gili SL

Resenhas de Cliente

Dê-nos sua opinião

Escrever sua própria revisão

Você está revisando: Guia essencial para o estudante de fotografia profissional

Como você avalia este produto? *