Desenho com caneta de ponta fina
Truques e recursos de artistas contemporâneos

Um livro de Liam Carver

Disponível

Preço Normal: R$69,00

Special Price R$62,10

OU
Pré-venda Oferta Novidade

Pré-venda até 10/03. Produto em estoque, envio imediato!

O desenho com caneta de ponta fina é uma técnica independente, com enorme potencial expressivo que os ilustradores contemporâneos têm sabido explorar com surpreendentes resultados. Este livro, que segue a fórmula da famosa série intitulada Desenhar, Aquarela e Desenhar do natural, nos ensina cerca de noventa recursos e efeitos do desenho com canetas de ponta fina, como o sombreado ou o trabalho com texturas, com base na obra de alguns dos artistas mais reconhecidos da atualidade. Organizado em quatro modalidades – linhas, hachurados, pontilhismo e técnicas mistas –, não somente lhe servirá como catálogo prático de técnicas, obras e estilos, como também se transformará em guia essencial e um desafio à sua criatividade.

Descrição técnica do livro:

18 x 13 cm
208 páginas
Português
ISBN/EAN: 9788584521654
Capa flexível
2020


Descrição
Descrição

Detalhes

Pré-venda até 10/03. Produto em estoque, envio imediato!

O desenho com caneta de ponta fina é uma técnica independente, com enorme potencial expressivo que os ilustradores contemporâneos têm sabido explorar com surpreendentes resultados. Este livro, que segue a fórmula da famosa série intitulada Desenhar, Aquarela e Desenhar do natural, nos ensina cerca de noventa recursos e efeitos do desenho com canetas de ponta fina, como o sombreado ou o trabalho com texturas, com base na obra de alguns dos artistas mais reconhecidos da atualidade. Organizado em quatro modalidades – linhas, hachurados, pontilhismo e técnicas mistas –, não somente lhe servirá como catálogo prático de técnicas, obras e estilos, como também se transformará em guia essencial e um desafio à sua criatividade.

Liam Carver é um artista e ilustrador autodidata que trabalha, sobretudo, com canetas de ponta fina. Suas obras, de estilo minimalista e inspiradas na natureza, investigam as muitas possibilidades do uso da caneta e da tinta preta.

Índice
Índice

Sumário

Como folhear este livro
Índice visual
A caneta de ponta fina
As obras de arte
Fundamentos da ponta fina
Materiais
O trabalho no meio digital
Recursos adicionais
Índice de artistas
Índice de matérias
Agradecimentos

Leia um trecho
Leia um trecho

A caneta de ponta fina

O termo genérico “caneta de ponta fina” descreve qualquer caneta de ponta de fibra, plástico ou metal usada principalmente para esboços rápidos, desenhos técnicos ou desenhos com muitos detalhes. As canetas de ponta fina estão disponíveis em uma grande variedade de cores e espessuras de ponta – desde as pontas mais finas, de 0,03 mm aos maiores marcadores-pincéis –, o que dá a você muita liberdade para experimentar em seus trabalhos. Há muitas marcas diferentes de canetas de ponta fina, e, embora a maioria delas seja descartável, existem marcas de alta qualidade que podem ser recarregadas com cartuchos ou tinta.

Quando comparadas às canetas esferográficas tradicionais, as canetas de ponta fina destacam-se pelo toque macio, tipo pincelada, no contato com a folha de papel. Algumas variedades dão uma sensação de mais controle quando a usamos, ao passo que as versões com tinta à base de pigmento que não se dilui – as minhas favoritas – facilitam os movimentos e são mais confortáveis de usar. Em geral, as pontas desse tipo de caneta são revestidas de metal, o que evita o desgaste e os danos provocados pelos instrumentos de desenho técnico, como as réguas.

A escolha da caneta de ponta fina é uma decisão muito pessoal. Algumas canetas exigem tempo para que nos acostumemos – seja pela imprevisibilidade inerente ao uso de diferentes pontas, seja pela suavidade característica das tintas com pigmento, que para alguns podem parecer surpreendentemente fluídas. Certos artistas preferem as canetas de ponta fina descartáveis e baratas, ao passo que outros optam pelos modelos recarregáveis, que precisam ser limpas regularmente para não se deteriorarem.

O traço das canetas de ponta fina também pode ser simulado em meios digitais. O surgimento de aplicativos para uso em smartphones e tablets, como o Procreate, tem permitido aos artistas trabalhar digitalmente e, ainda assim, continuar sentindo o toque e a textura das fibras finas típicos dos instrumentos de desenhos tradicionais. Trabalhar dessa maneira tem suas vantagens, como a possibilidade de imediatamente apagar ou modificar elementos de uma obra, algo que não se consegue quando desenhamos com tinta sobre papel. Enfim, a preferência pelo trabalho tradicional ou o digital é uma questão pessoal, mas muitos artistas preferem usar uma técnica mista, produzindo criativas obras multimídia.

Com o crescimento da sua popularidade nos últimos tempos – graças à acessibilidade das mídias sociais e à consequente enxurrada de artistas que compartilham seus trabalhos nelas –, as canetas de ponta fina têm se tornado cada vez mais conhecidas como um instrumento de imenso potencial criativo. É por meio de plataformas como o Instagram que me chegam frequentes perguntas sobre a caneta que uso em meus trabalhos, ou sobre o tipo de papel e abordagem técnica que emprego. As redes sociais me têm sido uma ferramenta inestimável; elas me dão uma plataforma global para compartilhar minhas obras com milhões de outras pessoas que também desejam viver de sua arte. Este livro mostra exemplos notáveis daquilo que as canetas de ponta fina podem nos oferecer.

Copyright dos textos: os autores
Copyright da presente ediçao: Editorial Gustavo Gili SL

Resenhas de Cliente

Dê-nos sua opinião

Escrever sua própria revisão

Você está revisando: Desenho com caneta de ponta fina

Como você avalia este produto? *