Parcele suas compras em até 3 x sem juros com o Paypal, parcelas mínimas de R$ 50,00
  • Francesco Careri apresenta 'Walkscapes'

    09/10/2013

    Francesco Careri apresenta no Brasil o livro 'Walkscapes', uma história da percepção da paisagem através do ato de caminhar. O clássico de Careri pela primeira vez é publicado em português.

  • GG Brasil grafita o muro da editora

    21/07/2013

    GG Brasil participa do projeto Color Plus City e grafita o muro da editora. O projeto Color Plus City foi idealizado pelo designer Gabriel Pinheiro e o artista Victor Garcia, e apoiado por várias empresas e organizações com a ajuda da Flag, uma holding de empresas criativas. A ideia principal pretende conectar grafiteiros e muros, com o objetivo de transformar o espaço urbano em um via para arte com acesso à todos.

  • Paulo Mendes da Rocha em Roda Viva

    01/07/2013

    Paulo Mendes da Rocha (Vitória do Espírito Santo, 1928) recebeu o Prêmio Pritzker Prize em 2006. Conhecido internacionalmente pela construção do seu Museu Brasileiro da Escultura (MuBE), em São Paulo, a sua obra abarca diferentes escalas, desde magníficas casas unifamiliares, passando por grandes reformas de importantes edifícios e projetos de espaço público até enormes projetos urbanísticos.

    Em Roda Viva fala sobre problemas habitacionais, trânsito, poluição e falta de transporte público com qualidade, entre outros assuntos.

  • Marcelo Faiden, sobre retroalimentação entre projetos

    18/04/2013

    adamo-faiden é um estúdio de arquitetura que surge das ruínas do corralito argentino. Após saírem do país rumo à Europa para estudar e trabalhar, a volta à Argentina posterior à crise supôs para Sebastián Adamo e Marcelo Faiden uma reformulação de seu papel como arquitetos no novo contexto social com que se depararam. Na procura por novos programas e oportunidades de trabalho, foi o condomínio de moradias e escritórios (de grande tradição em Buenos Aires desde a década de 1950) a tipologia que permitiu que o estúdio construísse suas primeiras obras, intervindo como arquitetos e construtores. Desde então, adicionaram a esta tipologia várias vezes ensaiada outras que foram consolidando a adamo-faiden como um dos estúdios de referência no Cone Sul.

    Nesta entrevista realizada pela 0300TV, Marcelo Faiden faz uma reflexão sobre a retroalimentação de ideias e soluções entre projetos, um fenômeno que se comporta de forma diferente quando se comparam as instalações e a arquitetura efêmera a projetos de construção reais.

  • Editora Gustavo Gili. Uma história (1902-2012)

    12/03/2013

    Este volume comemora os 110 anos da Editora Gustavo Gili. Através do olhar de vários autores, acompanhamos sua trajetória a modo de miscelânea, reunindo os acontecimentos e relações mais significativos desta centenária casa, bem como as publicações e coleções de maior destaque de seu amplo e diversificado catálogo. Longe de ser uma história exaustiva e linear, compõe uma soma de fragmentos, um importante mosaico documentário, na maior parte inédito, das múltiplas facetas de uma editora familiar independente que, desde o início, quis e soube abrir-se para o mundo. Um percurso de mais de um século que constitui não somente um retrato desta editora como também um reflexo da história do setor na Espanha e na América Latina nos séculos XX e XXI.

    Disponibilizamos aqui a publicação completa a todos os nossos leitores.

     

     

     

  • Joan Fontcuberta ganha o Prêmio Hasselblad 2013

    06/03/2013

    Fontcuberta, de 58 anos, torna-se o primeiro fotógrafo espanhol a receber o Hasselblad, considerado o prêmio Nobel da fotografia. O Hasselblad Award foi criado em 1980 pela Erna and Victor Hasselblad Foundation. Com este reconhecimento, Fontcuberta passa a fazer parte do exclusivo grupo de laureados, entre os quais se encontram Ansel Adams, Josef Koudelka, Robert Frank, Cindy Sherman, Jeff Wall e Sophie Calle.

    "Official portrait of Ivan Istochnikov", 1997 "A message in a vodka bottle wanders around the cosmos", 1997, Sputnik series, © Joan Fontcuberta

  • Entrevista > Paulo Mendes da Rocha

    11/09/2012

    Paulo Mendes da Rocha (Vitória do Espírito Santo, 1928) recebeu o Prêmio Pritzker Prize em 2006. Conhecido internacionalmente pela construção do seu Museu Brasileiro da Escultura (MuBE), em São Paulo, a sua obra abarca diferentes escalas, desde magníficas casas unifamiliares, passando por grandes reformas de importantes edifícios e projetos de espaço público até enormes projetos urbanísticos.

  • A Editora Gustavo Gili na Folha de São Paulo

    03/09/2012

    Neste mês de agosto, a chegada da Editora Gustavo Gili ao Brasil foi notícia na Folha de S. Paulo.

  • O verão mais trendy e III. Visual merchandising: mostrar e ocultar para seduzir. Próxima destinação: Museu Galliera/Festival d'Automme, París.

    02/09/2012

    Nesta ocasião e neste último post focado na moda, vamos inverter o sentido da nossa viagem. O conteúdo não vai girar ao redor de uma atividade que depois vai sugerir para nos uma leitura determinada, se não que essa leitura determinada previamente vai nos conduzir até a curtição de uma experiéncia totalmente, claro, vinculada ao mundo da moda, a história, os tecidos, as roupas, a exibição; e aqui chegamos às duas palavras chave para esta proposta: conservação e ocultação. O jogo estabelece-se nesta tensão mesma, não exempta, como é obvio desejar, de certa perversão...

    Tony Morgan no seu livro 'Visual merchandising', fala para nos da importância de oferecer campo de visão, de apresentar um show para estimular o interesse do consumidor: vitrines, distribuição do produto, lojas apelantes, atração irrestível ativada pelo fato do display na sua máxima expressão.
    E isso é bem certo: funciona. O visual merchandising é fundamental para qualquer estabelecimento comercial. Imagem, marca, vendas, são totalmente dependentes dessa técnica e prática na gestão dos recursos visuais; mas, que é o que acontece quando o apelo mesmo, a atração extrema situa-se, precisamente, no ato da ocultação? na impossibilidade de ter aceso as peças, aos objetos, os panamás*, os quimonos*, crinolinas* e toiles de jouy* que a gente pode intuir que ficam lá no silêncio falante da ocultação?

    Para  nos aproximar ao nosso objetivo vamos primeiro fazer uma escadinha de conceito* na polpa das costas da Norma Jean.

                            

    Ela, aquí, vejam-a, olha para nos, e mostra a sua nudez* parcial, carne e pele mas não é tanto assim, engana, conturba...     

      

    Essa "nada" que ela exibe para nos é poderosa porque a luva apertada de lantejoulas* pretas e fagulhantes, veste-a ao fim. Assim, como essa serpente de alta costura* vira irresistível porque enfunda ela, oculta-a e no mesmo tempo conserva o seu corpo.

    Então,chegados aqui,  poderiamos falar do merchandising da ocultação? as técnicas sobre como não mostrar, não exhibir para construir o espetáculo de aquilo que fica existindo e sendo desejado pelo fato mesmo de se manter sem ser olhado? qual seria aqui a opinião do nosso professor, Tony Morgan?

    Nessa tensão se estabelece a experiência que nesta ocasião vamos propor-lhes da mão do filme The impossible wardrobe. O conceito da performance foi ideado por Olivier Saillarddirector do Museu da Moda da Cidade de Paris, O Galliera. Katerina Jebb é autora do filme que recolhe esse arte de mostrar, ocultar e conservar que a atriz Tilda Swinton desfralda...

  • O agosto mais trendy II, O poder da moda: de Stockholmo até New York

    16/08/2012

    Seguindo com este agosto focado na moda, vamos propor uma viagem até Stockholmo curtindo depois de uma escada em New York.

    O Nordiska Museet oferece a possibilidade de analisar o poder que a moda exerce na sociedade. O control do luxo, a roupa de baixo custo produzida em massa, o poder mesmo do consumidor nas tendências de compra e a reciclagem junto com os critérios baseados na sustentabilidade são algunas das premissas que marcam o recorrido que a exposição faz através de 300 anos de indumentária na Suécia.

    www.nordiskamuseet.se, Power of Fashion – 300 years of clothing.

    Ilustração da Mattias Frodlund