BRASIL · Parcele suas compras em até 3 x sem juros com o Paypal, parcelas mínimas de R$ 50,00

Indicação do parceiro: Visuarea sobre o livro Breve história da arte

Por João Taboada- A história da arte se confunde com a própria história da humanidade. Há milhares de anos, o homem já fazia representações de seu cotidiano em cavernas, ainda que com poucos recursos e técnica rudimentar.

Desde os primeiros registros, acredita-se já terem passado uns 16 mil anos. De lá para cá, inventou-se a roda, a escrita, a imprensa, a fotografia, o computador, etc. Nesse período, a arte evoluiu e adquiriu grande importância na história dos povos, tanto como forma de registro, quanto como representação de valores e de contestação. Enfim, a história da arte é extensa e complexa. Pensando nisso, Susie Hodge decidiu poupar nosso tempo e escreveu Breve História a Arte, mais um de seus inúmeros livros relacionados ao tema e lançado, agora, em português, pela Editora G. Gili.

Breve História da Arte é um livro bastante rico. Com mais de 200 páginas de informação, ele transita ao todo por quatro grandes temas: Movimentos, Obras, Temas e Técnicas. Obviamente, não é um livro puramente descritivo, mas um material bastante ilustrado onde, em cada página, a autora nos situa a respeito dos artistas que participaram dos movimentos, dos que se utilizaram de determinados temas para suas obras e dos que utilizaram determinadas técnicas também, além de nos situar no tempo a todo momento.

O “Acordeonista” de Picasso, “O Grito” de Edvard Munch, “Impressão, nascer do sol”, de Monet e a “Mona Lisa”, de Leonardo da Vinci, estão entre as diversas obras abordadas. O livro analisa, ao todo, 50 obras. Sobre cada trabalho, além da gravura, temos a época em que foi feito, por quem (obviamente), as dimensões, o local e informações importantes, além da análise em si. Saímos da pré-história até a arte contemporânea seguindo sempre uma ordem cronológica, o que nos dá uma noção de como esta se transformou no decorrer do tempo.

Com linguagem facilitada, Susie Hodge procurou aproximar o leitor leigo ao universo das artes plásticas mostrando que qualquer um, mesmo não se tornando um crítico, pode entender um pouco de arte. Termos técnicos existem (como não poderia deixar de ser), mas nada que possa tornar a leitura enfadonha. Impresso em papel couché e encadernado em brochura, Breve História da Arte é um livro, além de elegante, gostoso de ler e de manusear.

Conclusão

Breve História da Arte vem se somar ao rol de grandes publicações que abordam a história da arte, com a diferença de ser um material resumido e prático.  Por isto, o livro atende não só a pessoas que estão diretamente ligadas ao mundo da arte como aqueles que, simplesmente, querem ter uma leitura prazerosa num final de semana, afinal, a história da arte é curiosa, rica e, a tirar por este livro, fácil de ser entendida e em pouco tempo. Vale a pena conferir. Boa leitura.